Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 14h:56

Tamanho do texto A - A+

Cenas fortes

"Quem não deve, não teme". Mais ou menos com essas palavras, o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, descreveu a situação em que Emanuel Pinheiro (MDB) ficou após a circulção de seu vídeo, durante a Operação Malebolge. Para Mendes, Emanuel Pinheiro (MDB) está perdendo a oportunidade de se livrar da imagem arranhada que ficou com a divulgação do vídeo, ao não expor a sociedade o que realmente aconteceu no gabinete de Silvio César Correa Araújo. Em sua opinião, o prefeito também deve comparecer a Comissão Parlamentar de Inquérito que ficou conhecida como ‘CPI do Paletó’.


“As cenas são muito fortes e falam por si só. O prefeito Emanuel Pinheiro já foi questionado pela imprensa dando a ele a oportunidade de explicar o que aconteceu ali. se era aquilo mesmo que o Silval havia dito, mas ele afirmou que iria explicar depois. Acredito que uma cena tão forte como aquela, se não fosse verdade ele teria que vir rapidamente a público explicar o que aconteceu”, avaliou o empresário em entrevista a rádio Vila Real na manhã desta quinta-feira (8).

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei



2 Comentários

TERIGE - 09/02/2018

nao tem como justificar batom na cueca

Roberto - 08/02/2018

Esse Prefeito corrupto está esperando outro escandalo para que o dele caia no esquecimento. Foro privilegiado um dia vai acabar, aí a Federal vai te pegar.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA