Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2018, 09h:54

Tamanho do texto A - A+

Adolescente de 14 anos foi assassinado por causa ciúmes; sete são presos

Por: REDAÇÃO

Sete pessoas, entre elas seis menores, foram detidas por envolvimento no homicídio de um menor de 14 anos, na cidade de Água Boa (730 km a Leste), ocorrido no começo da tarde desta terça-feira (27). A prisão e apreensão dos adolescentes foram realizadas pela Polícia Militar, a Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). O trabalho integrado resultou também na apreensão do revólver usado no crime.

 

Reprodução

HOMICÍDIO EM ÁGUA BOA

 

A vítima, Ezequiel Ferreira Barbosa, 14 anos, foi atingida por um disparo de arma de fogo, e encontrada sem vida, em frente à Escola Municipal Guarujá, no bairro Cristalino. 

 

O suspeito, Henrique Gleison Alves da Cunha, 18, foi autuado em flagrante por participação no homicídio. O menor, autor do disparo, J.V.A.P., 16, responderá ato infracional análogo a homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

 

Outros dois, T.A.B.S., 17, L.M.J., 15, e as adolescentes I.M.P.C., 15, G.G.A., 13, e N.G.A., 15, responderão ato infracional análogo por participação no homicídio.

 

As diligências iniciaram logo após a Polícia Militar ser acionada para atender a ocorrência. O trabalho apurou que o responsável pelo tiro seria o menor J.V.A.P., na companhia de T.A.B.S., ambos foragidos do local do crime.

 

O adolescente L.M.J. foi apontado por uma testemunha como envolvido na briga. Ele  foi apreendido no local e conduzido à Delegacia de Polícia para averiguações.

 

Uma testemunha informou aos policiais, que a namorada do autor, identificada por  I.M.P.C., 15, teria escondida a arma em sua roupa. A garota também foi conduzida à Delegacia e as armas, um revólver  uma garrucha tipo basculante, foram encontradas em um terreno baldio.

 

Ouvido pelo delegado de polícia, Welber Batista Franco, o autor do disparo assumiu o crime. O menor J.V.A.P. alegou ter agido motivado por ciúmes de sua namorada. A real motivação ainda será confirmada durante o inquérito policial.

 

Os setes suspeitos foram autuados em flagrante delito. O Conselho Tutelar de Água Boa também acompanhou os procedimentos na Delegacia.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto