Terça-Feira, 05 de Dezembro de 2017, 15h:50

Tamanho do texto A - A+

Wilson Santos diz na TV que PSDB deve priorizar reeleição de Pedro Taques

Por: MICHELY FIGUEIREDO/BLOG DO MAURO

Em entrevista concedida nesta terça-feira (5) à TV Brasil Oeste, o secretário estadual de Cidades, Wilson Santos (PSDB), afirmou que o PSDB deve priorizar a candidatura à reeleição do governador Pedro Taques, embora garanta que tucano ainda não se decidiu se vai ou não disputar em 2018. O recado foi direcionado a uma ala do PSDB que defende a candidatura do deputado federal Nilson Leitão (PSDB) ao Senado, o que pode inviabilizar a composição de uma aliança em torno de Taques.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

wilson santos

 

“Ninguém tem direito no PSDB, em nenhum partido, ninguém tem direito de fazer projeto individual que possa sobrepor um projeto coletivo. O grande projeto do PSDB é continuar governando Mato Grosso com honestidade, com seriedade, com transparência e com entregas e realizações que o Pedro tem feito nos quatro cantos do Estado. Defendo a candidatura à reeleição de Pedro Taques. Wilson Santos, Nilson Leitão, Paulo Borges, todos nós temos que nos privar para o projeto majoritário do partido”, disparou.

 

Wilson Santos garantiu que as animosidades dentro do partido foram superadas e Pedro Taques permanece na legenda. O chefe do Executivo estadual cogitou a possibilidade de deixar o PSDB por insatisfação com o partido, por considerar que estaria recebendo menos apoio que o desejado. Além disso, teria pesado no posicionamento do governador o fato de a Executiva Estadual ter decidido lançar Nilson Leitão ao Senado.

 

“O governador Pedro Taques permanece no PSDB tranquilo e normal. O que eu entendo é o seguinte: não se faz política sozinho. Quando se faz política é preciso ter um partido político, um grupo, o coletivo. As decisões precisam levar em consideração o interesse da sociedade. É muito mais importante o projeto à reeleição do Pedro Taques. Se ele prometer, ele vai fazer, porque já fez asfalto, implantou UTIs, chamou policiais. Defendo uma coisa maior, que é a reeleição do governador Pedro Taques”.

 

O secretário de Cidades ainda afirmou que torce pela reeleição de Taques para que ele tenha condições de administrar Mato Grosso em um momento financeiro melhor. No entanto, Wilson Santos garantiu que se porventura for acionado pelo partido para a disputa, não se furtará da responsabilidade. “Se eu precisar ir para um projeto coletivo, vou como já dei demonstrações recentes. Se for convocado, sou soldado do partido e não é da boca para fora”.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei