Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, 16h:59

Tamanho do texto A - A+

Cão diagnosticado com raiva morre e vacinação é realizada em Cuiabá

Por: KHAYO RIBEIRO

Um cão morreu em decorrência de um quadro de raiva canina, popularmente conhecida como “doença do cachorro louco”, próximo ao bairro Coophema, em Cuiabá. A ocorrência foi notificada por um médico veterinário na última semana.

Reprodução/ Internet

cachorro maus-tratos

 Imagem ilustrativa

Informações do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) apontam que o animal morreu na clínica veterinária do profissional que realizou a denúncia. Após a morte do cachorro, o veterinário solicitou um exame que deu resultado positivo para raiva.

Logo após a constatação da doença, o profissional acionou o CIEVS municipal, que notificou o Estado e as devidas equipes técnicas para que fossem iniciadas as medidas necessárias.

Ao HNT/HiperNotícias, a comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirmou nesta terça-feira (10) que os outros animais da casa onde o cachorro residia estão sendo monitorados, assim como os moradores da residência foram submetidos à imunoprofilaxia.

Por meio de nota, a Prefeitura de Cuiabá apontou que: “Está sendo feito o bloqueio vacinal em cães e gatos, casa a casa, num raio de 5 quilômetros a partir do ponto do foco. Todas as atividades protocolares de controle estão sendo realizadas”.

Sobre a doença

Com menos de 15 mil casos por ano no Brasil, a raiva animal é transmitida para as pessoas por meio de um vírus que passa pela saliva dos animais contaminados.

Os sintomas do contágio incluem febre, dor de cabeça, salivação excessiva, espasmos musculares, paralisia e confusão mental.

Não há tratamento específico para a raiva. Depois que os sintomas aparecem, a doença é quase sempre fatal. Contudo, a vacinação preventiva é um importante aliado no combate à infecção.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 1







Mais Comentadas