Sábado, 17 de Agosto de 2019, 14h:00

Tamanho do texto A - A+

Tempo seco pode causar envelhecimento precoce e irritabilidade, diz médico

Por: KHAYO RIBEIRO

O clínico geral Marcelo Sandrin apontou que as altas temperaturas de Cuiabá, associadas à baixa umidade relativa do ar, podem, dentre outras coisas, ocasionar envelhecimento precoce e agravar quadros de irritabilidade. Ao HNT/HiperNotícias, o médico apresentou alguns cuidados básicos que podem ser tomados nesta estação.

Alan Cosme/HiperNoticias

doutor marcelo sandrin

 Médico Marcelo Sandrin

“Nesse período de seca, com umidade quase abaixo dos 20%, a saúde fica muito comprometida. As queixas mais comuns dessa época são as relacionadas com o comprometimento das vias respiratórias, desidratação, envelhecimento precoce da pele, aumento da irritabilidade entre outras”, diz o médico.

O clínico geral apontou que os cuidados devem ser redobrados com a pele neste período do ano, uma vez que ela é o invólucro natural do corpo e a parte que mais sofre com o tempo seco.

“Como medida protetora, as pessoas devem utilizar um bom protetor solar acompanhado de um hidrante, nessa ordem para garantir uma maior eficiência dos cuidados”, contou.

O consumo de bebidas alcoólicas, segundo o clínico geral, deve ser evitado nesta época, uma vez que o álcool é uma substância desidratante. O especialista explicou que bebidas com álcool inibem a produção de um hormônio antidiurético.

Como opções alternativas, o médico indicou a ingestão de muitos sucos naturais, principalmente de frutas vermelhas como morango, amora e cereja, pois essas bebidas possuem mais vitaminas.

“Não se pode economizar no cuidado com os olhos. O uso de óculos escuros é um importante aliado, inclusive para evitar a catarata”

Sandrin recomenda, também, o uso de óculos escuros de forma constante. “Não se pode economizar no cuidado com os olhos. O uso de óculos escuros é um importante aliado, inclusive para evitar a catarata”, finalizou.

MT: LÍDER EM QUEIMADAS

Sem chuva há mais de três meses, Mato Grosso é líder em ranking de queimadas no país. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Aeroespaciais (Inpe), o Estado tem 8.776 focos de incêndio ativos.

Esse panorama de queimadas, associado à ausência de chuvas, tem feito com que o tempo seco predomine na Baixada Cuiabana, registrando baixa umidade relativa do ar.  

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei



Últimas Notícias





Mais Comentadas