Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 18h:50

Tamanho do texto A - A+

Ibovespa sobe 0,48% puxado por ações do setor financeiro

Por: CONTEÚDO ESTADÃO

O bom desempenho das ações do setor financeiro foi o responsável por uma alta tímida do Índice Bovespa nesta segunda-feira, 22, de noticiário escasso e clima de compasso de espera por fatos novos. Sem novas informações concretas sobre a reforma da Previdência, restou ao investidor aguardar eventos como o início da safra de balanços, o anúncio de medidas de estímulo à economia e, mais para o final do mês, as decisões de política monetária aqui e nos Estados Unidos. Esse clima de expectativa também retraiu o volume de negócios com ações na B3, que somou R$ 11,6 bilhões.

Depois de ter subido até 0,80% pela manhã, o Ibovespa terminou o dia com ganho mais modesto, de 0,48%, aos 103.949,46 pontos. Os ganhos dos bancos acabaram por compensar quedas importantes de outros papéis de primeira linha, como Vale e siderúrgicas. Entre os analistas ouvidos pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a alta dos bancos foi uma recuperação de perdas da semana passada, mas pode também revelar uma expectativa otimista para o início da divulgação dos resultados trimestrais.

"Ações de proteína também foram destaques positivos do dia, devido à melhora de recomendação dos papéis feitas por alguns bancos e pela expectativa de que as empresas apresentem resultados melhores. Também há expectativa positiva com bancos e o mercado de certa forma antecipa um pouco os balanços desses dois setores", diz Luís Sales, analista da Guide Investimentos.

No caso de Vale e siderúrgicas, um dos fatores que pesaram negativamente foi a queda dos preços do minério de ferro (-2,48% no porto de Qingdao, na China). O outro foram os números na produção da Vale, influenciados pelo rompimento da barragem de Brumadinho. Segundo relatório do banco BTG Pactual, apesar da pressão negativa no período, a Vale acenou com tendências positivas para o segundo semestre. Assim, manteve recomendação de compra para o papel, por considerar que o quadro do segundo trimestre foi um retrato do passado. Vale ON fechou com baixa de 0,51%. Entre as siderúrgicas, destaque para Usiminas PNA (-2,03%).

O gerente de renda variável da H.Commcor, Ariovaldo Ferreira, lembra que, apesar do ritmo mais lento do Ibovespa nos últimos dias, o investidor não tem do que reclamar do Ibovespa em julho, uma vez que o indicador acumula ganho de 2,95% em reais e de 5,65% em dólares.

Na análise do comportamento das ações pelos índices setoriais, a alta de 1,33% do Índice Financeiro (IFNC) deixa clara a vantagem dos bancos. Nesse grupo, destaque para B3 (+2,40%) e Itaú Unibanco PN (+1,70%). Já a perda de 1,2% do Índice de Materiais Básicos (IMAT) refletiu a queda das ações da Vale e siderúrgicas.

(Com Agência Estado)

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei