Sábado, 08 de Junho de 2019, 11h:29

Tamanho do texto A - A+

Confusão entre policiais militares e cantor sertanejo na Musiva termina na delegacia

Por: LUIS VINICIUS

Uma confusão entre policiais militares e um cantor sertanejo durante o show da cantora Marília Mendonça, terminou na delegacia, na madrugada deste sábado (8). O fato aconteceu por volta das 4h30, na boate Musiva, localizada na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.

musiva.jpg

 

O soldado do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, W.R.R., 28 anos, disse que estava no estabelecimento com a sua namorada e amigos, quando em determinado momento, um homem se aproximou e deu um tapa no cantor sertanejo R.M.Y., 22 anos, que, segundo ele, é seu amigo.

O policiais disse que devido a agressão, interpelou o homem e perguntou por que ele teria agredido o músico. O denunciante afirma que após a pergunta, o possível agressor teria se irritado, jogado whisky no soldado e apontado uma arma para o chão dentro da casa noturna. 

O militar afirmou que após o homem ter sacado a arma, se escondeu atrás de um veículo para se proteger.

Em seguida, o soldado ligou para os policiais do 1º Batalhão que deslocaram até a boate. No local, foram informados pelo segurança que o possível agressor estava na frente do estabelecimento.

Os agentes foram até a parte exterior da boate e encontraram C.C.M.B., 40 anos. Ao ser abordado, o mesmo se identificou como cabo da Polícia Militar.

Ao ser questionado, o homem se justificou dizendo que estava na companhia de sua esposa e de uma amiga e que não agrediu ninguém. O cabo disse ainda que não estava armado, inclusive levantando a camisa e sacudindo as roupas.

O cabo informou ainda que estava na casa noturna quando percebeu que um grupo de pessoas, estaria rindo ou debochando dele e de sua esposa. O policial alegou que o principal a zombar foi o cantor sertanejo e que não aceita esse tipo de atitude. Todas as informações fora retiradas do boletim de ocorrência 2019.171721.

C.C.M.B., disse ainda que apenas foi “tirar satisfação” e que nenhum momento agrediu o músico.

Diante dos fatos, as partes foram encaminhadas à Central de Flagrantes para procedimentos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Avalie esta matéria: Gostei +5 | Não gostei - 10