Sexta-Feira, 04 de Outubro de 2019, 09h:56

Tamanho do texto A - A+

Promotor de eventos "Jack Paparazzo" é preso por tráfico de drogas

Por: LUIS VINICIUS

O promotor de eventos e candidato a deputado federal derrotado nas eleições de 2018 Reginaldo da Silva, conhecido como “Jack Paparazzo”, foi preso pela Delegacia de Repressão ao Entorpecente (DRE), suspeito de tráfico de drogas, na manhã desta sexta-feira (4), no bairro Poção, em Cuiabá.  

jack paparazzo.jpg

 Na casa do promotor os policiais encontraram drogas sintéticas

Os policiais chegaram até o ex-candidato após receberam uma denúncia de que em seu apartamento havia materiais para fabricação de drogas sintéticas.

Diante disso, foi expedido mandado de busca e apreensão para verificar a queixa. Durante os trabalhos, os policiais encontraram grande quantidade de drogas sintéticas e, diante disso, o promotor foi preso em flagrante.

Além dos entorpecentes, foram encontrados materiais utilizados na fabricação do entorpecente conhecido como "Loló". Esse tipo de droga, segundo a Polícia Civil, é usada como inalante - pelo nariz ou pela boca - diretamente de uma latinha ou garrafa, com efeitos parecidos ao do gás butano.

"Esse indivíduo é conhecido por comercializar entorpecentes em festas rave aqui da Região Metropolitana", disse o delegado Vitor Hugo Bruzolato, responsável pela ação policial.

Após a prisão, Jack será levado à sede da DRE para prestar depoimento à autoridade policial. Em seguida, ele será levado ao Fórum de Cuiabá, onde passará por audiência de custódia. Durante o procedimento, o juiz de plantão analisará se converterá a prisão em flagrante em preventiva. 

O promotor

jack paparazzo preso.jpg

 Jack Paparazzo foi preso pela Polícia Civil suspeito de tráfico de drogas

Jack Paparazzo é conhecido por comercializar ingressos e participar de shows e eventos da noite cuiabana. Seguido por mais de 18 mil pessoas, o promotor é bem constante no Instagram, onde geralmente coloca vídeos de ostentação.

Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Credito: Reprodução
Avalie esta matéria: Gostei +10 | Não gostei - 2