Sábado, 13 de Janeiro de 2018, 17h:15

Tamanho do texto A - A+

OAB e parceiros traçam projeto para ofertar cursos a reeducandos de MT

Por: REDAÇÃO

Reeducandos do Sistema Penitenciário do Estado passarão por uma triagem para, em condições, fazerem cursos de nível superior – licenciatura, bacharelado e tecnólogo – ofertados pela Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat). A formatação da iniciativa começou na manhã desta quarta-feira (10), durante uma reunião com a presença de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e demais entidades envolvidas, na sede da instituição de ensino.

 

Assessoria

unemat oab

 

Os cursos serão ofertados nas unidades prisionais de Mato Grosso depois que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), por meio da Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária, realizar um levantamento em todas elas dos presos que têm condições de fazer uma faculdade. O processo de triagem inicia nesta semana e o resultado deve ser repassado aos demais envolvidos na iniciativa no próximo dia 19, quando acontece a segunda reunião do grupo.

 

Também são parceiros na proposta a Escola Superior de Advocacia de Mato Grosso (ESA-MT), a própria Unemat e a Fundação Nova Chance, instituição responsável por oportunizar trabalho e estudo à população carcerária do Estado, além da Sejudh.

 

“Esse foi um primeiro encontro e virão as próximas reuniões, mas já deu certo. Agora, a Sejudh vai fazer um levantamento em todas as unidades de Mato Grosso para saber qual é essa demanda. Os reeducandos que se enquadrarem vão se candidatar aos cursos ofertados pela Unemat, depois que o perfil deles for repassado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para que avaliem conjuntamente a situação”, esclareceu o vice-presidente da OAB-MT, Flávio Ferreira, que participou do encontro. Também integram o grupo as comissões de Direito Carcerário e Responsabilidade Social e Cultura da Ordem.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto